Você está aqui: Home › Colunas › Coluna Vertebral
Coluna Vertebral
Dia Mundial da Menopausa (18 de outubro),
Dados do Ministério da Saúde revelam que o infarto e o AVC (Acidente Vascular Cerebral) são as principais causas de morte em mulheres com mais de 50 anos no Brasil. A Organização Mundial da Saúde estima que até 2030 mais de 1 bilhão de mulheres estarão na menopausa. Somente no Brasil, segundo o último Censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mais de 13,5 milhões de mulheres estão nesta fase
A menopausa tem inicio com a última menstruação da mulher.
O climatério é a fase da vida em que ocorre a transição do período reprodutivo ou fértil para o não reprodutivo, devido à diminuição dos hormônios sexuais produzidos pelos ovários. A insuficiência ovariana é secundária ao esgotamento dos folículos primordiais que constituem o patrimônio genético de cada mulher. A diminuição dos níveis hormonais é um fato que ocorre com todas as mulheres e se inicia ao redor dos 40 anos. Algumas mulheres podem apresentar um quadro mais acentuado de sinais e sintomas, porém todas chegarão à menopausa. A menopausa delimita as duas fases do climatério, o climatério pré- menopausa e o pós-menopausa.
A idade média das mulheres na menopausa é de 51 anos, podendo variar de 48 a 55 anos. Quando ocorre nas mulheres com menos de 40 anos é chamada de menopausa prematura.
A diminuição ou a falta dos hormônios sexuais femininos podem afetar vários locais do organismo e determinam sinais e sintomas conhecidos pelo nome de síndrome climatérica ou menopausal.
Os sintomas mais freqüentes são: Fogachos ou ondas de calor,Alterações urogenitais causadas pela falta de estrogênio que levam a atrofia do epitélio vaginal,Alterações do humor, sintomas emocionais, tais como ansiedade, depressão, fadiga, irritabilidade, perda de memória e insônia devido às alterações hormonais , Modificação da sexualidade com diminuição do desejo sexual (libido),Aumento do risco cardiovascular pela diminuição dos níveis de estrogênio, Osteoporose
A.Fabre e colaboradores ginecologistas do Institut Gustave Roussy, setor do Serviço publico corresponte ao nosso SUS, da cidade Villejuif, na França, avaliaram 67.057 mulheres que tomaram progesterona antes e depois de 40 anos, no risco de aparecimento de câncer da mama. Desse conjunto de mulheres em 10 anos foram confirmados a presença de câncer invasivo na mama em 2,264 mulheres Os autores identificaram que ha um aumento do risco do carcinoma lobular da mama em mulheres que usam a progesterona tanto antes como depois da menopausa.


Fonte: Cancer Epidemiol Biomarkers Prev 2008;17(10):2723-8).

 

 

Veja mais em "Coluna Vertebral" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's