Você está aqui: Home › Colunas › Psicologia
Psicologia
Alergia pode causar suicídios ?
Todos conhecem a serie de estatísticas que associa as taxas de suicídios na população geral com a depressão. Mas surgiram alguns trabalhos na literatura medica associando as taxas de depressão devido a fenômenos alérgicos. A duvida básica formulada foi , será que a alergia pode causar nos pacientes uma idéia e concretização do suicídio? Já existe na literatura medica artigos que mostram que a depressão, ansiedade e distúrbios do sono (fatores de risco para suicídio) são mais freqüentes em pacientes portadores de rinite alérgica que na população geral. A taxa de alergia também é maior em pacientes com depressão. Picos de suicídio são mais freqüentes na primavera mas a sua origem desse fato é pouco conhecida. Dados epidemiológicos preliminares sugerem que os picos sazonais de aeroalérgenos devido a floração das flores na primavera talvez estejam associados a picos sazonais de suicídio .

T.T Pastolache e colaboradores , psiquiatras da Universidade de Maryland fizeram um estudo em ratos , que foram sensibilizados a exposição de aeroalérgenos Os autores constataram que esse fato induziu a comportamentos agressivos e semelhantes à ansiedade, alem de induzir uma alergia. Portanto, é possível que a sensibilização e a exposição a aeroalérgenos, que atinge pico na primavera, pode contribuir à exacerbação sazonal dos fatores de risco para o suicídio, como ansiedade, depressão, hostilidade/agressão e distúrbios do sono. Na literatura medica também muitos trabalhos que associa alergia a enxaquecas e distúrbios epilépticos. Estudos futuros deverão testar a hipótese de que os mediadores da inflamação alérgica nas cavidades nasais podem resultar em alterações no cérebro, influenciando a modulação do comportamento e dos sentimentos. Certos medicamentos utilizados para tratamento de alergia podem exacerbar os fatores de risco para suicídio, aumentando potencialmente o risco de suicídio e até desencadeando suicídio. Corticosteróides sistêmicos (mas não os corticosteróides tópicos) foram associados a episódios maníacos e depressivos e a estados mistos do humor. Recentemente, a Administração Norte-Americana de Medicamentos e Alimentos (US FDA) começou a investigar essa possibilidade de certos antialergicos podem desencadear suicídio.

Os pesquisadores concluíram que, embora esta associação necessite exploração adicional e confirmação, clínicos devem posicionar-se ao lado da cautela, pesquisando sobre tentativas prévias de suicídio, desesperança, razões para viver e ideação suicida, intenção ou plano, e encaminhando o paciente a um profissional de saúde mental para avaliação do caso.


Fonte: Curr Treat Options Neurol. 2008 Sep;10(5):363-76.

 

 

Veja mais em "Psicologia" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's