Você está aqui: Home › Colunas › Postura
Postura
Ensinando a não ter dor nas costas para enfermagem
As dores na coluna vertebral afetam vários grupos de trabalhadores, como uma das principais causas de afastamento do trabalho, como é o caso da enfermagem. Neusa Maria C Alexandre e colaboradoras, do Departamento de Enfermagem, da Faculdade de Ciências Médicas, Universidade Estadual de Campinas, fizeram uma avaliação do efeito de um programa na redução de dores nas costas em 670 auxiliares de enfermagem, abaixo de 50 anos de idade, do sexo feminino, de um hospital universitário e que apresentavam dores nas costas num período anterior, mínimo de 6 meses. Essa amostragem foi dividida em 2 grupos. O grupo A recebeu uma conferência de 45 minutos, durante o horário de trabalho, sobre a anatomia da coluna e o transporte de pacientes, o grupo B, recebeu um programa que envolveu parte educativa, com abordagem ergonômica, e a realização de exercícios executados durante o horário de trabalho, duas vezes por semana, em um período de quatro meses. A intensidade das dores foi avaliada pela escala visual analógica. As autoras constataram que ocorreu diminuição estatísticamente significativa na freqüência de dor cervical, durante os últimos dois meses, e, durante a última semana no grupo B. Houve também redução na intensidade da dor cervical, em ambos os períodos, e da dor lombar, na última semana, desse grupo B. O estudo sugere que o programa regular de exercícios, no trabalho, acompanhado por abordagem ergonômica, instrucional, feita com slides, pode reduzir sintomas músculo-esqueléticos em trabalhadores de enfermagem.
Veja a respeito deste tema: no site da Viaseg (www.viaseg.com.br), a abordagem ergonômica, exercícios e técnicas de relaxamento chamada de Escola de Postura, no vídeo e livro ?Viva bem com a coluna que você tem? do prof. Dr. José Knoplich.
Fonte: Rev. Saúde Pública, ago. 2001, vol.35, no.4, p.356-361

 

 

Veja mais em "Postura" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's