Você está aqui: Home › Colunas › Ortopedia
Ortopedia
TDAH e acidentes de transito
Estudos têm demonstrado que os sintomas essenciais do transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) interferem com a habilidade da direção segura. Embora se saiba que adolescentes com transtorno do déficit de atenção e hiperatividade têm maior probabilidade de serem envolvidos em colisões entre automóveis do que adolescentes na população geral, adultos mais velhos com transtorno do déficit de atenção e hiperatividade, também poderiam estar mais propensos a mais acidentes automobilísticos do que pessoas de idade semelhante sem o transtorno.Normalmente, as pessoas tornam-se melhores condutoras de veículos à medida que envelhecem. As colisões entre indivíduos do sexo masculino com transtorno do déficit de atenção e hiperatividade aumentaram progressivamente à medida que envelheceram, constatou Richard Merkel e psiquiatras colaboradores da Universidade de Virgínia, comparada as mulheres mais idosas que tinham índices semelhante à tendência observada na população em geral. Esse estudo foi baseado em 156 questionários que foram respondidos por indivíduos do sexo masculino e 283 respondidos por indivíduos do sexo feminino que haviam sido diagnosticados com transtorno do déficit de atenção e hiperatividade.
De forma geral, o estudo compreendeu 142 adolescentes (16 a 18 anos), 161 adultos jovens (19 a 25 anos) e 136 pessoas de meia-idade com transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (26 a 62 anos). Os resultados indicaram que, nos 12 meses anteriores, 28% relataram ter recebido uma multa, 34% relataram o envolvimento em uma colisão entre automóveis e 44% relataram uma multa ou colisão.
Motoristas adultos de meia-idade do sexo masculino relataram 1,1 colisões entre automóveis no ano anterior - um número mais elevado do que na população em geral. Um levantamento nacional semelhante na população em geral relatou apenas 0,06 colisões nos 24 meses anteriores.
Os pesquisadores concluíram que é necessário o uso de medicamentos estimulantes de ação prolongada para condutores com transtorno do déficit de atenção e hiperatividade, foi demonstrado que estes tratamentos melhoram a habilidade da direção.
A maioria das pessoas no levantamento não eram tratadas adequadamente, se eram tratadas
esse estudo foi apresentado apresentado na 162a Reunião Anual da American Psychiatric Association (APA).

Fonte: Congresso da APA em 18 de Maio de 2009

 

 

Veja mais em "Ortopedia" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's