Você está aqui: Home › Colunas › Psicologia
Psicologia
Depressão e doença cardíaca
Os antidepressivos são drogas que melhoram o humor é a psicomotricidade de maneira global agindo na bioquímica cerebral às custas de um aumento da disponibilidade de neurotransmissores no Sistema Nervoso Central , notadamente da serotonina , da noradrenalina ou norepinefrina e da dopamina . Ao bloquearem receptores da serotonina os antidepressivos também funcionam como antienxaqueca.Será no Sistema Límbico o local de ação das drogas antidepressivas empregadas na terapia dos transtornos da afetividade.
Estudos recentes sugerem que o uso de antidepressivos pode estar associado à mortalidade aumentada em pacientes com doenças cardíacas. Como a depressão está associada à mortalidade aumentada nestes pacientes, ainda não está claro se esta associação é atribuível ao uso de antidepressivos ou à depressão.
Christopher M. O?Connor e colaboradores, psiquiatras da Duke University, fizeram um estudo em que avaliaram a associação entre a mortalidade em longo prazo e o uso de antidepressivos e depressão. Foram estudados 1006 pacientes com idade igual a 18 anos ou mais, com insuficiência cardíaca e fração de ejeção igual ou inferior a 35% (62% com doença isquêmica). Os pacientes foram acompanhados para avaliação do status vital anualmente. O status em relação à depressão, avaliado pela escala do Inventário de Depressão de Beck (IDB) e o uso de antidepressivos, foi prospectivamente avaliado. O principal desfecho de interesse foi a mortalidade em longo prazo.

Entre os pacientes estudados, 30% apresentavam depressão (definida por escore IDB > 10) e 24,2% utilizavam antidepressivos (79,6% destes pacientes utilizavam apenas inibidores seletivos da recaptação de serotonina [ISRS]). O status vital foi obtido de todos os pacientes em acompanhamento médio de 972 dias. Durante este período, 42,7% dos pacientes faleceram. Em geral, o uso de antidepressivos ou o uso isolado de ISRS associaram-se à mortalidade aumentada. Todavia, a associação entre o uso de antidepressivo e a mortalidade aumentada não subsistiu após o controle para depressão e outras variáveis de confusão. Entretanto, depressão , mais que o uso de ISRS associou-se independentemente à mortalidade aumentada após o ajustamento.

Os pesquisadores concluíram que depressão em si (definida por escore IDB > 10), ao contrário do uso de medicação antidepressiva, associa-se à mortalidade aumentada em pacientes com insuficiência cardíaca.




Fonte: Arch Intern Med. 2008 ;168(20):2182

 

 

Veja mais em "Psicologia" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's