Você está aqui: Home › Colunas › Psicologia
Psicologia
Alzheimer e cuidados gerais
Pessoas de meia idade que fumam regularmente e são também diabéticas ou sofrem de pressão alta tem muito mais propensão a desenvolverem mal de Alzheimer ou outras formas de demência.Fumantes com idades entre 46 e 70 anos aumentam em até 70% os riscos de desenvolverem perda de memória crônica. Os diabéticos e fumantes mais do que dobram os riscos de terem demência por causa da sua condição, enquanto fumantes com pressão alta aumentam em 60% seus riscos em comparação com pessoas sãs.
A pesquisa britânica aconselha que os fumantes de meia idade devam deixar imediatamente o hábito e mudar seu estilo de vida para ajudar no controle das duas condições médicas, a fim de diminuir os riscos de sucumbirem a doenças de desgaste mental incuráveis.
O estudo não encontrou evidências de relação entre obesidade e colesterol alto com demência.
Neil Hunt, diretor da Alzheimer Society, afirmou que a demência é um dos maiores medos das pessoas em idades mais avançadas, mas poucas percebem que existem coisas que podem ser feitas para reduzir o risco de desenvolver esta condição devastadora. Este estudo fortalece as evidências de que um coração saudável significa um cérebro saudável.
Mas E. Richard e grande numero de colaboradores fez uma extensa pesquisa com pacientes randomizados( divididos em dois grupos ao acaso) para serem tratados acordo com orientações rigorosas para hipertensão e hipercolesterolemia. Ácido acetilsalicílico, ácido fólico e piridoxina foram prescritos. Durante as visitas a cada 3 meses foi atribuída especial atenção para deixar de fumar, perder peso, e estimulando o exercício físico. O resultado primário foi verificar se deficiência mental , medido de acordo com uma entrevista e a aplicação do teste de deterioração das atividades diárias em Demência (IDDD). Os autores concluíram que cuidados vasculares, combinando intervenções farmacológicas e não farmacológicos, não impediu o declínio lento nos pacientes com doença de Alzheimer com lesões cerebrais.




Fonte: J Am Geriatr Soc. 2009 May;57(5):797-805

 

 

Veja mais em "Psicologia" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's