Você está aqui: Home › Colunas › Educação Física
Educação Física
Instabilidade do ombro no esporte
O papel do tratamento artroscópico da instabilidade do ombro na região posterior (lesão de Bankart), não está bem definido. Riley J. Williams e colaboradores, do Hospital for Special Surgery, New York, examinaram os resultados da cirurgia de 26 pacientes, todos homens com a idade média de 28,7 anos de idade, que tinham essa lesão, posterior a um traumatismo esportivo e, 14 pacientes que tinham uma lesão mais grave, o que foi possível verificar na ocasião da anestesia pré-operatória. O complexo capsulolabral posterior do ombro estava solto da cavidade glenoide, em todos os casos e, uma fixação com material bioabsorvível foi usado em todos os casos. Depois de um segmento médio de 5,1 anos, nenhum desses pacientes demonstrou um déficit de movimentação. Uma fraqueza muscular grau 4/5, na rotação externa do ombro, foi constatada em dois pacientes (8%). Não houve instabilidade maior do que 1+ tanto na direção anterior, posterior ou inferior. Os sintomas de dor e de instabilidade foi eliminada em 24 pacientes (92%), 2 pacientes (8%) tiveram que fazer uma nova cirurgia para corrigir uma lesão posterior. O acompanhamento radiológico mostrou que não houve o aparecimento de uma artrose no ombro desses pacientes.
Fonte: The American Journal of Sports Medicine 31:203-209 (2003)

 

 

Veja mais em "Educação Física" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's