Você está aqui: Home › Colunas › Psicologia
Psicologia
Oxitocina novas idéias
Teoria da Mente (ToM) ou seja, a capacidade de interferir na mente de outras pessoas alterando estados emocionais e de conhecimento de outras pessoas, é a principal função da cognição social. Há uma diferenciação que entre ToM cognitivo e afetivo, cujos correlatos neurais continuam a ser pesquisados. Simone Shamay Tsoory da Universidade de Haifa, em Israel e sua equipe usariam a estimulação magnética transcraniana repetitiva (EMTr) foi usado para interferir na função cortical pré-frontal dorsolateral do lado direito em indivíduos do sexo masculino que posteriormente tiveram que realizar uma tarefa informatizada.A EMTr pré-frontal dorsolateral direito induziu um efeito seletivo sobre Tom cognitivo, mas não afetiva.
O hormônio oxitocina , conhecido como o hormônio do amor e associado à confiança, empatia e generosidade , também pode cumprir um papel em comportamentos socialmente negativos, como a inveja e o ciúme, segundo pesquisadores da Universidade de Haifa. Os autores supõe que o hormônio é, de forma geral, um desencadeador de sentimentos sociais: quando a associação da pessoa é positiva, a oxitocina reforça comportamentos pró-sociais; quando a associação é negativa, o hormônio aumenta sentimentos negativos
Liberado naturalmente no organismo durante o parto e nas relações sexuais, o hormônio era associado, por estudos anteriores, apenas a efeitos positivos sobre os sentimentos. Na nova pesquisa, os participantes que inalaram uma forma sintética da oxitocina apresentaram maiores níveis de sentimentos altruístas (positivos), comparados com aqueles que inalaram um placebo; porém, competindo em um jogo, esses mesmos participantes apresentaram maior nível de inveja quando o oponente ganhava mais dinheiro e de entusiasmo com a derrota do adversário, na comparação ao grupo controle.



Fonte: Biol Psychiatry. 2009 Nov 1;66(9):864-70

 

 

Veja mais em "Psicologia" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's