Você está aqui: Home › Colunas › Osteoporose
Osteoporose
Nem osteoporose e nem obesidade
Já se sabe que a obesidade e osteoporose têm origens na infância, e ambas são afetadas pelo tipo de dieta e atividade física. No entanto, há pouca informação sobre o que constitui uma dieta que promove simultaneamente o pequeno aumento da gordura e o acúmulo de massa óssea elevada no início da vida. Karen S. Wosje e colaboradores pediatras do Cincinnati Childrens Hospital Medical Center, Ohio procuraram identificar os padrões dietéticos relacionados com gordura e massa óssea em crianças durante o período de idade de 3,8 a 7,8 anos . Um total de 325 crianças contribuíram com dados de 13 visitas ao longo de 4 anos de estudo em separado (faixas etárias: 3,8 a 4,8, 4,8 a 5,8, 5,8 a 6,8 e 6,8 a 7,8 anos ). Os dados foram submetidos a uma analise estatística realizada para identificar padrões de consumo alimentar relacionado com a massa gorda e massa óssea medida por densitometria para cada ano de estudo. Foram incluídas dados como : raça, sexo, altura, peso, consumo de energia, a ingestão de cálcio, medida a atividade física, e o tempo gasto com televisão e praticas ao ar livre. Os autores encontraram um padrão alimentar caracterizado por uma alta ingestão de vegetais verde-escuros e amarelos que foi relacionada à massa de baixo teor de gordura e massa óssea elevada, o consumo de carne processada era relacionado à massa óssea elevada e ingestão de alimentos fritos era relacionado a massa gorda. O padrão alimentar permaneceu relacionado à massa de gordura e da massa óssea após todas as covariáveis foram avaliadas (P <0,001 a 0,03). A partir da idade pré-escolar, as dietas ricas em vegetais verde-escuros e amarelo intenso e baixo em alimentos fritos podem levar a gordura saudável e a presença de massa óssea em crianças pequenas.





Fonte: Am J Clin Nutr. 2010 Jun 2

 

 

Veja mais em "Osteoporose" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's