Você está aqui: Home › Colunas › Postura
Postura
Circunferência da cintura e câncer
A síndrome metabólica representa uma situação clínica caracterizada por um agrupamento de fatores de risco para doença cardiovascular, que incluia hipertensão arterial, a dislipidemia, a obesidade visceral(abdominal) e as manifestações de disfunção endotelial das artérias .
Está associada a aumento de risco de evento cardiovascular em longo prazo, assim como de desenvolvimento de diabetes do tipo 2 . A presença de resistência à ação da insulina tem sido considerada um fator importante dessa serie de distúrbios. A partir de 1999 foi sugerido, pela Organização Mundial da Saúde, uma definição baseada em dados clínicos e laboratoriais que podem ser medidos com relativa facilidade (glicemia de jejum, resistência à ação da insulina, pressão arterial, circunferência da cintura e do quadril, índice de massa corporal, triglicerídeos, HDL, microalbuminúria na urina)
Eric J.Jacobs e colaboradores epidemiologistas da Sociedade Americana de Câncer estudaram se a circunferência da cintura independente de todos esses dados clinicos, se ela por si só, independente do índice de massa corporal (IMC) tem alguma influencia em todas as causas de mortalidade em uma grande população americana excluindo as causas cardiovasculares

A circunferência da cintura (CC), é uma medida da obesidade abdominal, foi associado com maior mortalidade, por cânceres.
Os autores examinaram a associação entre CC e mortalidade entre os 48.500 homens e 56.343 mulheres, 50 anos ou mais, que tiveram os seus dados clínicos incluídos num estudo de prevenção do câncer chamado de Nutrition Cohort Study II. Dessa grande amostragem um total de 9.315 homens e 5.332 mulheres morreu de tumores malignos entre 1997 quando começou o programa e o final do seguimento em 2006.
Foi feito por técnicas estatísticas um ajustamento em relação ao IMC e outros fatores de risco( cigarro , sedentarismo, colesterol etc).Constatou se que medidas muito grandes de CC foram associados com um risco aproximadamente duas vezes maior de mortalidade tanto em homens como mulheres Entre os homens, risco relativo [RR] = 2,02, com CC > ou = 120 cm comparado com <90 cm); entre as mulheres, RR = 2,36 com CC> ou = 110 cm comparado com <75 cm). O CC foi positivamente associado com a mortalidade em todas as categorias do IMC. Nos homens, um aumento de 10 cm na CC foi associado com RRs maior de 1,16 dentro da variação IMC dentro da normalidade (18,5 a <25), sobrepeso (25 a <30) e obesidade (> ou = 30) categorias de IMC. Nas mulheres, RRs correspondentes foram 1,25 nas mesmas circunstancias
Estes resultados sublinham a importância da CC como um fator de risco para mortalidade em idosos, independentemente do IMC.


Fonte: Arch Intern Med. 2010 Aug 9;170 :1293-301

 

 

Veja mais em "Postura" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's