Você está aqui: Home › Colunas › Musicoterapia
Musicoterapia
Canto gregoriano diminui ansiedade
A melodia monofônica do canto Gregoriano, também conhecido como cantochão, diminui o nível de ansiedade de mães que têm seus filhos hospitalizados. O ritmo do canto Gregoriano pode ser utilizado como prática alternativa em ambientes clínicos, auxiliando no enfrentamento da dor, do medo, da angústia e da insegurança vivenciados pelas mães de crianças que estão em tratamento no Hospital.
A enfermeira Ana Paula Almeida comprovou, em sua pesquisa de mestrado na Escola de enfermagem da USP , o cuidado que o Hospital precisa ter com o estado emocional da mãe deve ser equivalente ao cuidado prestado à criança. Quando a mãe está nervosa, ansiosa e impaciente, ela transmite esses sentimentos para o filho, o que pode prejudicar a recuperação da criança.
A autora testou através de um teste de redutor de ansiedade em 28 mães de crianças hospitalizadas, cujos filhos estavam internados em uma unidade pediátrica, antes e depois de ouvirem sete músicas do estilo escolhido para o estudo.
O estudo constatou, estatisticamente, que houve redução do nível de ansiedade das mães após a audição do cantochão. Isso acontece por causa do perfil musical deste canto, e não por causa do conteúdo. O ritmo do estilo musical é marcado pela tranquilidade, mansidão e calma, que já eram características atribuídas a esse gênero desde a Idade Média. Por ser uma música de cunho religioso, algumas mães que não eram católicas se recusaram a ouvir, apesar de ser explicado a elas que a pesquisa se relacionava ao estudo do ritmo musical .
E sendo uma música monofônica, sem muitas oscilações de tons, a respiração começa a ficar tão calma quanto o som que está sendo ouvido, promovendo um relaxamento e, consequentemente, reduzindo a ansiedade.

Fonte: Informe USP 26 Jan 2011

 

 

Veja mais em "Musicoterapia" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's