Você está aqui: Home › Colunas › Educação Física
Educação Física
Atividade física e emoções - TEXTO NOVO

Um estudo feito com 80 pessoas, testou como a prática de exercícios aeróbicos moderados, como corrida, poderia afetar o modo como elas lidam com emoções negativas. As pessoas assistiram a uma cena triste do filme “O Campeão” (The Champ, 1979) e depois foram separadas em dois grupos: um deles fez meia hora de corrida e a outra metade, de alongamento.
A corrida demonstrou fazer bem para o corpo e para a mente, melhorando o humor e amenizando a tristeza e a depressão. É o que apontou um artigo recente publicado no Journal Cognition and Emotion.
Aqueles que correram reportaram sentimentos menos tristes após 30 minutos de exercícios em relação ao outro grupo, portanto, quem corre alivia a tristeza de forma muito mais rápida do que quem não praticou o exercício.
Esse não é o único estudo que aponta os benefícios do exercício para o bem-estar psicológico. Segundo estudo de 2015 publicado no Journal Psychosomatic Medicine, quem corre (ou pratica outro esporte) sente mais as emoções positivas do que quem é sedentário. Na pesquisa, o estado psicológico de 1000 participantes foi avaliado, analisando quantas vezes e qual a intensidade em que sentiram cerca de 10 emoções positivas específicas (dentre elas, “interessado”, “orgulhoso”, “entusiasmado”, “inspirado”). Todos eles tinham histórico de problemas de coração e foram examinados no início do estudo e depois de cinco anos, para efeitos de comparação.
Conclue-se que quem pratica esportes (corre, nada ou pedala), sente mais emoções positivas do que quem não é fisicamente ativo. Eles também dormiram melhor e eram menos propensos a fumar.


Fonte: Journal Cognition and Emotion, 04/04/2016.

 

 

Veja mais em "Educação Física" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's