Você está aqui: Home › Colunas › Fibromialgia
Fibromialgia
Inflamação e Depressão - TEXTO NOVO

Um processo inflamatório poderia desencadear o mecanismo que provoca a depressão, segundo estudos desenvolvidos nos últimos anos.
A depressão é uma doença relacionada a uma alteração emocional caracterizada por tristeza, baixa autoestima e desinteresse por atividades.
O Dr. Júlio Abramczyk, médico da Escola Paulista de Medicina/Unifesp que faz parte do corpo clínico do Hospital Santa Catarina, onde foi diretor-clínico escreveu no Jornal Folha de São Paulo, sobre este tema relatando que na revista "Molecular Psychiatry" do mês de outubro / 2016, N. Kappelmann e colaboradores da Universidade de Cambridge, Londres, apresentaram uma análise sobre testes clínicos que abordam a atividade antidepressiva de drogas anti-inflamatórias.
Por um processo inflamatório, o sistema imunológico lança no sangue proteínas chamadas citocinas. Testes com moduladores das citocinas já estabeleceram a terapêutica para condições inflamatórias crônicas, como a artrite reumatoide e psoríase.
Estudos com 5.063 pessoas mostram que se tratar com anti-inflamatórios melhora sintomas depressivos, indicação que citocinas podem ter relação com a depressão.
Por isso, moduladores de citocina parecem ter potencial emprego para tratar a depressão, dizem os autores.
Na dificuldade de cura da depressão com os tradicionais antidepressivos, algumas drogas anti-inflamatórias poderiam eventualmente substituí-las. Poderia também ser uma esperança para os difíceis casos de depressão intratável, felizmente raros.
O risco em relação aos anti-inflamatórios são as doenças cardiovasculares, o que torna problemático o seu uso como rotina.

Fonte: Molecular Psychiatry advance online publication 18 October 2016

 

 

Veja mais em "Fibromialgia" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's