Você está aqui: Home › Colunas › Reumatismo
Reumatismo
Gota - TEXTO NOVO

Gota é uma forma de artrite (reumatismo) potencialmente incapacitante e dolorosa. Seus sintomas iniciais são inchaço e dor intensa em uma única articulação) do dedão do pe. É típico o acometimento do dedão do pé (hálux), provocando dor no local ao simples toque com o lençol ao se deitar. Com o tratamento apropriado, os sintomas geralmente melhoram em até uma semana. A maioria das pessoas com gota tem uma ou duas crises ao longo da vida. Entretanto, algumas podem apresentar episódios que se tornam frequentes e passam a acometer diversas articulações ao mesmo tempo. Caso não seja tratada adequadamente, a doença pode evoluir.
A gota ocorre quando há excesso de ácido úrico no organismo, que se deposita na forma de cristais nas articulações. Isso pode decorrer de uma produção aumentada de ácido úrico pelo corpo, ou, na maioria das vezes, por uma excreção reduzida de ácido úrico pelos rins. Além de se depositar nas articulações, o ácido úrico em quantidade excessiva no sangue pode se depositar também nos rins, levando à formação de “pedras” de ácido úrico. Durante as crises, frequentemente, o ácido úrico se encontra dentro dos níveis normais ou até mesmo em níveis baixos no sangue. Em contrapartida, pessoas que não têm gota podem apresentar níveis elevados de ácido úrico no sangue. Em geral, a gota ocorre com maior frequência em homens, em mulheres na pós-menopausa e em pessoas com doenças renais. Fatores genéticos podem aumentar a propensão à doença. Existe ainda uma forte associação entre gota e hipertensão, diabetes, elevação do colesterol e obesidade. Determinados alimentos, como frutos do mar, e o álcool podem aumentar os níveis de ácido úrico e levar à crise de gota. Alguns medicamentos, como ácido acetilsalicílico, diuréticos e imunossupressores, também podem aumentar os níveis de ácido úrico.
O tratamento deve ser individualizado e inclui medicamentos para reduzir a concentração de ácido úrico no sangue. Além disso, o emprego de colchicina frequentemente é necessário para que novas crises sejam evitadas.
Um acompanhamento médico regular com reumatologista é necessário para o controle adequado da doença e para evitar futuras crises.
Promover mudanças no estilo de vida que incluam perda de peso, evitar bebidas alcoólicas e reduzir o consumo de alimentos ricos em purinas (substâncias presentes em carnes vermelhas e frutos do mar, das quais tem origem o ácido úrico) e carboidratos também tornam mais fácil o tratamento dessa doença.

Fonte: https://www.hospitalsiriolibanes.org.br/hospital/especialidades/reumatologia/Paginas/gota.aspx

 

 

Veja mais em "Reumatismo" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's