Você está aqui: Home › Colunas › Educação Física
Educação Física
Composição corporal em atletas de elite - TEXTO NOVO

Em 2011, a Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF) e o COI introduziram uma regra de "hiperandrogenismo" que excluía as mulheres através do exame da testosterona sérica  que fosse elevada (ou seja > 10 nmol / L) de participarem em esportes de elite. Esta regra baseou-se na falsa premissa de que a maior massa corporal magra em homens foi uma consequência da seu maior nível de testosterona no soro relacionada à sua massa muscular. Esta regra não tinha apoio científico e o Tribunal de Arbitragem dos Esportes posteriormente rescindiu a regra após um apelo de um atleta indiano proibido de participar dos Jogos da Commonwealth. 

 

Estudos feitos por pesquisadores do Hospital St Thomas, em Londres, Reino Unido, abrange o conhecimento científico sobre o desenvolvimento e regulação da composição corporal em seres humanos, mas também considera as lições aprendidas com a evolução e reprodução em animais. A importância da hereditariedade tem sido documentada em estudos de família e gêmeos. Os papéis do hormônio do crescimento e dos esteróides sexuais são revisados. A Síndrome de Insensibilidade aos Andrógenos (AIS) é considerada como um modelo do papel da testosterona no desenvolvimento da composição corporal e também como evidência da importância de outros fatores transportados no cromossomo Y que são de primordial importância, mas têm sido sistematicamente ignorados. Finalmente, os fatores chave que determinam a composição corporal são considerados e colocados em uma ordem sugerida de importância.

Fonte: Br J Sports Med. 2016 Nov 22.

 

 

Veja mais em "Educação Física" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's