Você está aqui: Home › Colunas › Educação Física
Educação Física
Fadiga Crônica – TEXTO NOVO

A síndrome da fadiga crônica é uma doença caracterizada pela fadiga extrema, que não pode ser explicada por nenhuma condição médica subjacente. Nesta síndrome, a fadiga costuma piorar com a atividade física ou mental, mas também não melhora com o repouso.

Os cientistas não sabem exatamente o que causa a síndrome da fadiga crônica, embora existam muitas teorias – que vão desde infecções virais até estresse psicológico. A hipótese mais aceita hoje em dia, na verdade, é que uma combinação de fatores possa estar envolvida na causa da doença como infecções virais, problemas no sistema imunológico e desequilíbrios hormonais.

As mulheres são mais afetadas. Especula-se se esse fenômeno afetaria também o desempenho cardíaco durante o exercício. Foi feita uma pesquisa pela Clínica Mayo, nos EUA, em adolescentes com queixas de fadiga crônica fazendo uma análise ergométrica do débito cardíaco medido pela absorção de oxigênio (VO 2 ) na técnica de análise da respiração em repouso e durante a ergometria do ciclo.

A resposta da sobrecarga do trabalho cardíaco foi analisada de duas maneiras: após normalização para área de superfície corporal e como variação percentual dos valores de repouso. Observou-se que tanto as diferenças qualitativas quanto as quantitativas entre os sexos existem nas respostas do Ventrículo Esquerdo ao exercício entre adolescentes com fadiga crônica, sugerindo que o volume de carga pode ser mais eficaz em meninas.

 

 

Fonte: Scand J Med Sci Esportes. 2017 May 24.

 

 

Veja mais em "Educação Física" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's