Você está aqui: Home › Colunas › Fisioterapia
Fisioterapia
O efeito de técnicas de terapias manuais nas disfunções craniomandibular - TEXTO NOVO

As técnicas de terapias manuais são amplamente utilizadas para o tratamento nas disfunções musculoesqueléticas, dentre elas, a técnica de Mulligan. Estas técnicas proporcionam muitos benefícios para os pacientes com disfunção craniomandibular (DCM) como, por exemplo, aumento da amplitude de movimento, relaxamento muscular e alívio da dor. 
O objetivo de um estudo realizado no Hospital e Maternidade Theresinha de Jesus na Clinica Escola de Fisioterapia em Juiz de Fora (MG) foi avaliar o efeito imediato da mobilização das vértebras cervicais na dor e na amplitude de movimento (ADM) da coluna cervical e da articulação têmporomandibular (ATM) nos pacientes com disfunção craniomandibular. Foram incluídos neste estudo os pacientes cadastrados na Clinica Escola de Fisioterapia que apresentassem DCM e foram excluídos os pacientes que fizessem uso de analgésico e/ou relaxante muscular até 8 horas antes do procedimento de estudo e que apresentassem hipermobilidade na região cervical ou na abertura da boca. No estudo quatorze pacientes com DCM foram submetidos a uma avaliação da ADM da cervical e da abertura da boca e avaliação de dor na cervical e na ATM, antes e depois da mobilização vertebral da coluna cervical com a técnica Mulligan. Os resultados mostraram que a amplitude de movimento aumentou significativamente para todos os movimentos, exceto para flexão. As variáveis dor e abertura da boca também melhoraram de forma significativa. Concluiram os fisioterapeutas, autores do estudo, que a técnica Mulligan para mobilização cervical pode ser eficaz, a curto prazo, para aumentar a amplitude de movimento cervical e a abertura da boca e diminuir a dor na ATM e na coluna cervical.

Fonte: Rev Bras Cien Med Saúde.2010;1(1):17-22

 

 

Veja mais em "Fisioterapia" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's