Você está aqui: Home › Colunas › Ortopedia
Ortopedia
A eficácia da descompressão na espondilose cervical - TEXTO NOVO

A espondilose cervical é frequentemente acompanhada de tonturas. Recentemente, demonstrou-se que os corpúsculos de Ruffini em discos cervicais doentes pode estar relacionada a tonturas cervicogênicas. O corpúsculo de Ruffini é um tipo de mecanorreceptor de adaptação lenta que ocorre na pele glabrosa e no tecido subcutâneo dos seres humanos. Pode também dar a percepção do calor, embora não seja classificado como termorreceptor.

Para avaliar se a tontura cervicogênica decorre do disco cervical doente, os autores realizaram um estudo de coorte prospectivo para avaliar a eficácia da discectomia cervical anterior e a fusão no alívio das tonturas.

De 145 pacientes com espondilose cervical e tonturas examinados, 116 foram submetidos a descompressão cervical anterior e fusão e 29 foram submetidos a tratamento conservador. Todos foram acompanhados por um ano. Os primeiros resultados levantados foram as medidas da intensidade e frequência das tonturas. Os demais resultados foram avaliados com a pontuação da Associação Ortopédica Japonesa modificada (mJOA) e uma escala analógica visual para dor no pescoço .

Houve pontuações significativamente menores para a intensidade e frequência de tonturas no grupo cirúrgico em comparação com o grupo conservador em diferentes pontos de tempo durante o período de seguimento de um ano (p = 0,001). Houve uma melhora significativa nos escores de mJOA no grupo cirúrgico.

Este estudo indica que a cirurgia cervical anterior pode aliviar tonturas em pacientes com espondilose cervical e essas tonturas representam uma manifestação que acompanha a espondilose cervical. 

Fonte: Bone Joint J 2018; 100-B: 81-7.

 

 

Veja mais em "Ortopedia" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's