Você está aqui: Home › Colunas › Psicologia
Psicologia
Memória, como computador
O hipocampo é uma região do cérebro responsável por uma série de atividades consideradas superiores, ou seja, não encontradas em animais e,sim, no ser humano. É o centro da memória, que ajuda a aprender e lembrar das visões (incluindo os sonhos), sons e cheiros, a longo prazo, para fatos e acontecimentos, denominada memória declarativa. Além disso, sinaliza a formação de novas lembranças associativas, das imagens já existentes. Desde 1950, os cientistas estão cientes da ligação entre o hipocampo e a memória, mas sabiam pouco de como essa associação se manifestava na atividade neural. O hipocampo é a parte mais organizada e bem estruturada do cérebro. Ele pode ser comparado a uma série de circuitos nervosos muito parecidos a um grande computador, que trabalham em sincronismo, em conjunto harmonioso. Quando surge uma doença, como Alzheimer, derrame cerebral,
arteriosclerose, essa harmonia pode ser interrompida. Theodore W. Berger e
colaboradores, da Universidade do Sul da Califórnia, desenvolveram um chip, que é uma unidade eletrônica, para ser colocado dentro do cérebro que irá funcionar como um hipocampo artificial. Esse será um tratamento diferente dos realizados com medicamentos, que apenas estimulavam a atividade cerebral, de uma área que está sem capacidade de retransmitir as ordens para os neurônios remanescentes. Os testes já estão sendo realizados em animais vivos. O desenvolvimento dessa nova tecnologia trará novas esperanças para pacientes que perderam a memória.



Fonte: Hipocampos. 2002;12(5):698-712.

 

 

Veja mais em "Psicologia" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's