Você está aqui: Home › Colunas › Fisioterapia
Fisioterapia
Bandagem na artrose do joelho
Em todo o mundo, a artrose é a principal causa da dor e da incapacidade das pessoas idosas, piorando a sua qualidade de vida. A artrose das várias articulações é responsável por um grande número das consultas médicas, e gastos em saúde pública desse grupo de pessoas. A artrose não tem um tratamento da causa, pois o desgaste da cartilagem é irreversível, por isso tem-se feito um tratamento do sintoma da dor, que assim pode aliviar a incapacidade de se locomover. O uso de enfaixamento do joelho, tem-se mostrado um tratamento, simples, barato e eficiente, já usado por fisioterapeutas australianos. A teoria da melhora da dor nesse procedimento, é que o alinhamento da articulação patelofemoral, é feito com uma bandagem em cima da rótula, depois é associado com uma outra bandagem que fica debaixo do joelho, que tem a finalidade de suportar a articulação do joelho como se fosse uma cinta, aliviando a pressão sobre os tecidos inflamados em volta do joelho. Isso significa que se trata de uma espécie de joelheira, dividido em um suporte, em duas partes, com inclinação adequada para cada tipo de joelho (mais grosso, mais inflamado, mais magro etc..).
Rana S Hinman e colaboradores, fisioterapeutas, da Universidade de
Melbourne, Austrália, fizeram um estudo controlado, simples cego,
randomizado (em que os pacientes foram escolhidos ao acaso ou de forma aleatória), do uso terapêutico da bandagem, ou atadura externa do joelho. Oitenta e sete pacientes com artrose do joelho, constatada pela radiografia, foram divididos em três grupos de intervenção: grupo controle com bandagem externa, mas sem a inclinação adequada- grupo A; grupo B- com as bandagens de forma correta, portanto, de uso terapêutico; e o grupo C que ficou sem bandagem externa, durante 3 semanas, e avaliados depois de 3 semanas. Na avaliação foi usada uma escala de dor no joelho, testes psicológicos e índices de artrose dos testes de Western Ontário e de MacMaster. O grupo B terapêutico relatou maior redução da dor, comparado aos outros grupos, pois 73% dos participantes do grupo (21 de 29 pacientes) referiram melhora da dor e da incapacidade, enquanto que nos grupo A, a melhora foi de 49% (14/29), e no grupo C- a melhora foi de 10% (3/29). Os autores afirmam que os benefícios com esse tipo de atadura ou bandagem externa foram mantidos por 3 semanas após o término do tratamento.
Fonte: BMJ July 2003;327:135

 

 

Veja mais em "Fisioterapia" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's