Você está aqui: Home › Colunas › Educação Física
Educação Física
Ergonomia da bicicleta e exercícios
Quem pratica ciclismo, de forma competitiva ou amadorística, costuma ter dor nos membros inferiores, e, principalmente, no joelho, que pode ser decorrente de vários tipos de lesões, e levam à queda do rendimento, no atleta de competição, e até no prazer em pedalar do esportista amador.
Entre as causas possíveis a ergonomia (posição adequada de sentar e pedalar) da bicicleta é um fator importante na inadequação das dimensões da bicicleta (Roda, Selim etc..) proporcionais ao corpo do atleta, as variações anatômicas de quem pedala em vários terrenos e outras dependentes do próprio atleta, isto é, como usa a musculatura incluindo a intensidade, duração dos treinos e a forma do seu preparo. Na bicicleta, o problema mais comum é o selim muito baixo ou muito inferiorizado. Nesses casos, o ideal é deixar o selim em tal posição que o joelho, na parte mais baixa da pedalada, fique com 5 ou 10º. de flexão (considere 0º. com o joelho esticado). A postura ergonômica errada de sentar na bicicleta, e em conseqüência o uso inadequado das estruturas articulares do joelho, podem causar a artrose patelo-femural ou condromalácia da patela (nome inadequado, mas, muito usado pelos ortopedistas). Algumas pessoas têm predisposição a apresentar este tipo de lesão a que é chamada de desalinhamento da patela, ou seja, ao invés da patela percorrer o ?trilho? formado pelos côndilos do fêmur na flexão e extensão, ela tende a deslocar-se para os lados (geralmente para lateral), aumentando o atrito entre os dois ossos. As mulheres costumam ser mais suscetíveis a tal lesão pois, em geral, possuem o quadril mais largo. Há exercícios específicos que atenuam o desalinhamento. Um exemplo de exercício é o fortalecimento da parte medial (interna) do quadríceps, que pode ser obtida com o atleta em pé, com os pés bem separados e os joelhos levemente fletidos. Ficando nessa posição ou estendendo o joelho e retornando a mesma posição, há o fortalecimento da musculatura. São exercícios isométricos, leves, portanto sem movimento, que podem ser realizados com algum peso. Treinos de agachamento com peso, subir escadas ou correr na subida, são inadequados, pois forçam a patela contra o fêmur, piorando a lesão e aumentando a dor. Deve-se fazer o fortalecimento do quadríceps sem que ocorra carga excessiva na patela, em mesa romana, evitando ao máximo exercícios em
que haja grande flexão do joelho, mantendo-o com, no máximo, 30º a 45º. de flexão. Sempre fazer alongamento, antes e depois de cada sessão de treino, com a musculatura relaxada, mantendo a posição por 15 a 30 segundos, com 3 a 5 repetições de cada exercício. Os principais grupos musculares que devem ser alongados são: quadríceps, isquitibiais e gêmeos (panturrilha).
Fonte: Am J Sports Med. 2001 Jul-Aug;29(4):480-7

 

 

Veja mais em "Educação Física" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's