Você está aqui: Home › Colunas › Reumatismo
Reumatismo
Citoquinas nas doenças reumáticas
As doença reumáticas chamadas de doenças auto-imunes, são aquelas em que há um distúrbio do sistema imunológico, talvez de origem genética e que num determinado instante, por uma agressão externa, passa a não reconhecer os seus próprios linfócitos e passa a considerá-los como se fossem um vírus, bactéria ou corpo estranho, ou seja um antígeno (a palavra que significa um produto estranho que obriga o organismo a uma resposta imunológica). Exemplo dessas doenças são a artrite reumatóide, já vista e também a esclerose múltipla, Doença de Crohn, psoríasis, artrite psoriática e outras. Os efeitos inflamatórios dessas doenças incluem: 1) fator de necrose tumoral (FNT) e 2) citoquinas. Outras citoquinas associadas ao processo inflamatório são: interferon, GM-CSF, as interleucinas conhecidas pelos números 1,6, 9, 10, 11, 15 e 17. A presença de quantidades excessivas de óxido nítico, substância que tem importância da flexibilidade e dilatação das artérias locais, também deve desempenhar papel importante nos casos de artrite reumatóide com destruição articular grave.
O papel fisiológico das citoquinas no processo inflamatório, assim como o desempenho de um papel nas doenças reumáticas e nos estados de inflamação sistêmica são hoje reconhecidos e tema de investigação sistemática. Há esperança que, no futuro, o auxílio da biotecnologia ou engenharia genética permitam o desenvolvimento de novos medicamentos.
Fonte: BioDrugs. 2001;15(9):563-72

 

 

Veja mais em "Reumatismo" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's