Você está aqui: Home › Colunas › Educação Física
Educação Física
Cinesioterapia no reumatismo
A palavra cinesioterapia significa a terapêutica do movimento (cinésio em grego). Este tipo de terapia é realizado por fisioterapeuta e outros profissionais, e destina-se a pacientes portadores de limitações mecânicas das articulações, músculos, nervos já estabelecidas. O paciente não consegue fazer o movimento ativo, porque dói ou porque existem limitações anatômicas em conseqüências de doenças e acidentes.
São realizados pelo fisioterapeutas através de movimentos passivos, na parte do corpo do paciente que está incapacitada, uma movimentação assistida respeitando as limitações e as dores que surgem. Em um segundo tempo são realizados os movimentos ativos, praticados pelo paciente com a orientação e apoio do fisioterapeuta, obter-se assim a recuperação e fortalecimento dos segmentos do corpo previamente limitados. Os profissionais de Educação Física e Terapia Ocupacional também se consideram aptos a realizar esse tipo de terapia. Mas existem inúmeros casos de recuperação difícil, que deve-se ensinar os familiares a realizarem esse tipo de terapia, pois existem muitas limitações de transportar alguns pacientes de casa para os locais de tratamento. A cinesioterapia também pode ser feita dentro de piscinas, aproveitando dos princípios físicos da água que permitem diminuir a ação da gravidade sobre músculos e articulações, liberando tensões que prendem os movimentos.
M.Santiago e colaborador da Universidade de Temple, na Philadelphia acompanharam durante um ano 170 mulheres de 21 a 65 anos com incapacidade físicas de diversas origens, reumatismo, poliomielite, derrame cerebral, acidentes. Cerca de 39,4% das participantes não veio nenhuma vez por semana, apesar de terem a disposição transporte para o local, e essa atividade ser grátis. O restante do grupo freqüentou em média 2,9 vezes por semana, sendo que uma pequena minoria veio 5,1 vezes por semana.
Os autores afirmam que a cinesioterapia nesses pacientes tem a sua limitação por problemas emocionais, que superam muitas vezes os fatores sociais.
Fonte: M.Santiago e colaborador da Universidade de Temple, na Philadelphia

 

 

Veja mais em "Educação Física" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's