Você está aqui: Home › Colunas › Ortopedia
Ortopedia
Acromegalia e artrite
A acromegalia, significa em grego aumento das extremidades, dedos das mãos e pés, além do queixo. Segundo estudos internacionais, a freqüência da acromegalia é de aproximadamente três a quatro novos casos a cada um milhão de pessoas por ano. É a mesma em ambos os sexos, sendo que a taxa de mortalidade é de 2 a 4 vezes maior em relação à população geral, pois entre suas complicações estão as doenças cardiovasculares, respiratórias e câncer, que podem ser potencialmente fatais. A acromegalia pode evoluir para um gigantismo. A diferença está no período de manifestação da doença: o gigantismo ocorre durante a infância ou puberdade, enquanto a acromegalia ocorre quando o crescimento já está completo. Nos dois casos, em geral o diagnóstico é feito de 5 a 10 anos após o aparecimento do tumor na hipófise, momento em que o paciente já apresenta as principais alterações clínicas associadas à doença. Como não é uma doença freqüente em cerca de 20% dos pacientes, não são diagnosticados. Quanto mais precoce o diagnóstico, menor as alterações faciais e corporais, as complicações cardíacas, pulmonares e endocrinológicas. S.Stavrou e colaborador da Universidade de Nova York, afirmam que o hormônio de crescimento que é liberado por esses tumores, agem sobre as cartilagens das articulações danificandos-as. Surgem as artroses (osteoartroses). A síndrome do túnel do carpo é uma das mais freqüentes. Além disso, esses tumores liberam adrenocorticotropina (ACTH) que é um o estimulador da produção de cortisona interna, dando osteoporose e fraqueza muscular etc...
Fonte: Curr Rheumatol Rep. 2001 Oct;3(5):459-63

 

 

Veja mais em "Ortopedia" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's