Você está aqui: Home › Colunas › Fisioterapia
Fisioterapia
Deficientes e prematuridade
Segundo estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 610 milhões de pessoas têm deficiência no mundo, das quais 386 milhões fazem parte da população economicamente ativa. Avalia-se que 80% do total vive nos países em desenvolvimento. No Brasil, segundo Censo realizado em 2000 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 14,5% da população apresenta alguma deficiência física, mental, dificuldade visual, audição ou locomoção.
Estima-se que no Brasil 10 mil pessoas fiquem deficientes físicas por mês. Segundo censo realizado em 2000, pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), existem 24,5 milhões de brasileiros portadores de algum tipo de deficiência. Se levarmos em consideração que os deficientes têm pelo menos cinco pessoas próximas, como pais e demais familiares, o universo de pessoas envolvidas diretamente com essa realidade é de 122,5 milhões de brasileiros
D. Wilson-Costello e colaboradores, da Universidade de Cleveland examinaram as mudanças relativas nas taxas da sobrevivência e no número de deficiências neurológicas aos 20 meses de idade, comparando 2 grupos de infantes com peso ao nascimento entre 500 a 999 g atendidos durante 2 períodos, antes e depois da introdução da terapia do surfactante em 1990. Durante o período I (1982-1989) de 496 infantes (peso médio: 762 g; idade média gestational: 25,8 semanas); 682 infantes durante o período II (1990-1998) (peso médio: 756 g idade média gestational: 25,5 semanas. As taxas da sobrevivência do segundo período aumentaram de 49% a 67% durante comparadas ao período I. As taxas de anormalidades do craneo graves eram similares (22% contra 22%).
Fonte: Pediatrics. 2005 Apr;115(4):997-1003

 

 

Veja mais em "Fisioterapia" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's