Você está aqui: Home › Colunas › Reumatismo
Reumatismo
Doença pulmonar e artrite reumatóide
As pessoas que tem reumatismo em geral e artrite reumatóide de forma particular, costumam ter problemas pulmonares associados ou porque já são idosas e nessa fase da vida surgem os problemas pulmonares e a própria artrite e
os seus medicamentos trazem problemas pulmonares Doença Pulmonar Obstrutiva
Crônica ou DPOC é nova nomenclatura para
classificar tanto a bronquite crônica, quanto o enfizema pulmonar, manifestados de forma conjunta ou separadamente. Segundo um programa mundial que atua com o objetivo
de Padronizar, orientar o diagnóstico e
tratamento da DPOC, aproximadamente 300 milhões de pessoas no mundo sofrem com
essa doença. A DPOC é uma doença de caráter progressivo, que se caracteriza pela presença de sintomas respiratórios crônicos (tosse, produção
de catarro e falta de ar). O paciente chega a ter dificuldade nas rotinas básicas, como tomar banho, alimentar-se, caminhar e até conversar. O principal fator de risco é o tabagismo, responsável por 90% dos casos. No Brasil, a doença atinge aproximadamente 5,5 milhões de pessoas, e
chega a matar 30 mil brasileiros por
ano. A lesão pulmonar causada pela DPOC é irreversível, mas os sintomas podem ser tratados. Assim como o diabetes e a hipertensão, esta é uma doença que pode ser controlada e quanto
mais precoce for feito o diagnóstico, mais eficaz será o tratamento. M .Bharadwaj e colaboradores, reumatologistas do Hospital Universitário de Manipal, na Índia estudaram 140 pacientes com
artrite reumatóide. Dois investigadores médicos independentes, fizeram um exame completo para encontrar quais outros órgãos foram afetados pela
artrite. Resultados: Ao menos uma complicação não articular e que agredia outro órgão estava presente em 36 pacientes (25,7% do total de 140 pacientes). A complicação predominante (9,29%)
era no pulmão e não era a DPOC, mas uma chamada doença intersticial do pulmão intersticial. Essa última pode evoluir para a DPOC . Outros 12 pacientes tiveram uma neuropatia (8,57%). Outros 5 pacientes tiveram doenças do olho, quando 3 tiveram o vasculite cutânea. Mais 4 pacientes tiveram nódulos reumatóide, e 1 teve a amiloidose (doença do rim). O tempo que levou para fazer o diagnóstico e a duração da doença era significativamente, maior nos pacientes com essa doença reumática de outros órgãos do que aqueles que só tinham a doença articular. As deformidades
e o uso da cortisona eram mais freqüentes nos reumáticos que tinham outras doenças associadas.
Fonte: Med Sci Monit. 2005 Oct;11(10):CR498-502

 

 

Veja mais em "Reumatismo" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's