Você está aqui: Home › Colunas › Reumatismo
Reumatismo
Obesidade e o quadril
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), informaram no dia 16/12/2004, que 40,6% dos brasileiros, ou seja, 38,8 milhões de pessoas adultas estão acima do peso. Um dos vilões do panorama atual é a ingestão excessiva de açúcares e gorduras, o que há alguns anos era uma regalia apenas das camadas mais ricas da população. Hoje, a obesidade atinge todas as classes sociais e já é um problema maior que a desnutrição, que atinge somente 4% da população.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou no inicio do ano de 2004, em documento intitulado Doenças crônico-degenerativas e obesidade:
Estratégia mundial sobre alimentação saudável, atividade física e saúde, sobre a relação da obesidade como causa de inúmeras doenças, dentre elas diabetes tipo 2, cardiopatia, acidente vascular cerebral (AVC), hipertensão arterial, certos tipos de câncer e doenças nas articulações.
Segundo especialistas, emagrecer muito rápido leva à perda de massa magra (músculo), e quanto mais massa magra a pessoa perder, menor será sua capacidade de manter o peso, uma vez que
o músculo é a unidade metabólica que mais gasta energia. Além disso, a perda muito rápida de peso pode provocar alterações hormonais, favorecendo o aumento do apetite e a conseqüente recuperação do peso perdido. L. de Filippis e colaboradores, da Universidade de Messina, realizaram no sul da Itália um estudo chamado de Ostheoartrithis Southern Italy Study (OASIS) que incluiu 456 médicos e 1782 pacientes. A idade média destes pacientes era 66,3 anos e foram avaliados a prevalência da artrose do quadril, joelho, mão
e da coluna e correlacionamo-lo ao sexo, à idade, ao peso (índice de massa corporal). A artrose do joelho foi o mais freqüente. As pessoas acima de 35 anos tem um prevalência de 10,8% de artrose do quadril que alcança a 35,4% nas pessoas acima de 85anos, mas esse estudo mostrou 44% das pessoas acima de 65 anos tem algum tipo de artrose. A artrose do joelho foi a mais freqüente.
Fonte: Reumatismo. 2004 Jul-Sep;56(3):169-84

 

 

Veja mais em "Reumatismo" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's