Você está aqui: Home › Colunas › Fisioterapia
Fisioterapia
Derrame entre jovens
O derrame é a primeira causa de incapacidade do mundo, e está entre as três primeiras causas de morte. Sempre há seqüela, por menor que ela seja, porque há morte do tecido cerebral. Geralmente há um comprometimento da visão, da fala e a paralisação de partes do corpo. O AVC está afetando cada vez mais pessoas jovens, abaixo de 30 anos. A hipertensão arterial, colesterol elevado, tabagismo, obesidade, além de uma piora significativa na qualidade de vida, devido ao estresse acumulado são fatores importantes que agem nesses jovens. Há dois tipos de derrame cerebral: o isquêmico - que acontece quando há o entupimento de uma artéria, impedindo que o sangue chegue até o cérebro - e o hemorrágico - provocado pelo rompimento de uma artéria cerebral, causando um processo de sangramento excessivo. Proporcionalmente, o derrame isquêmico é mais comum correspondendo a 70% dos casos, em média); e menos grave do que o derrame hemorrágico. O ideal é que o paciente seja socorrido em um hospital especializado, em no máximo três horas após o início do derrame. Porque o cérebro não suporta ficar muito tempo sem receber oxigenação.
K.Ghandehari e colaborador, da Universidade do Paquistão examinaram 124 pacientes jovens com sinais sub-clínicos de doença coronariana (60 mulheres e 64 homens); foram prospectivamente durante um período 5 anos. A incidência do AVC isquêmico em adultos jovens, eram 8 casos por 100.000 habitantes por o ano. O mecanismo de cardioembólico (AVC isquêmico compreenderam 54% dos casos em adultos jovens. A doença valvular reumática estava presente em 32% dos pacientes, causando 2,5 casos preveníeis de AVC por 100.000 adultos jovens por ano. A incidência subiu, mas não foi exageradamente alta.
Fonte: Acta Neurol Scand. 2006 Feb;113(2):121-4

 

 

Veja mais em "Fisioterapia" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's