Você está aqui: Home › Colunas › Reumatismo
Reumatismo
Fertilidade e Reumatismo
Desde 1990, 120 pesquisas com mulheres em idade fértil foram realizadas em 71 países,
como parte dos programas de Pesquisas Demográficas e de Saúde (DHS, em inglês);e de Pesquisas de Saúde Reprodutiva (RHS). A fertilidade caiu em quase todos os países em desenvolvimento pesquisados desde 1990, enquanto que aumentou o uso de métodos anticoncepcionais modernos.O uso de anticoncepcionais, e as taxas de fertilidade variam substancialmente nos países em desenvolvimento. Em alguns países da Ásia e América Latina, pelo menos 75% das mulheres casadas usam algum método anticoncepcional, taxa esta equivalente à dos países desenvolvidos. Em contraste, em alguns da África, menos de 10% das mulheres casadas usam anticoncepcionais. As taxas de fertilidade variam no mundo subdesenvolvido de 2,3 filhos por mulher no Vietnã a 7,2 em Niger. No mundo inteiro, mais de 600 milhões de mulheres casadas estão praticando a contracepção, e também quase 500 milhões em países em desenvolvimento. Entre as mulheres casadas, o uso de anticoncepcionais aumentaram em todos os paises em desenvolvimento pesquisados, mais de uma vez desde 1990. Entre as mulheres não casadas, as sexualmente ativas o uso de anticoncepcionais aumentou em 21 de 25 países. Quatro métodos anticoncepcionais modernos ? esterilização feminina, anticoncepcionais orais, injetáveis e o DIU ? são os mais comumente usados pelas mulheres casadas dos países em desenvolvimento. Juntos, estes quatro métodos são responsáveis por quase 75%,de todo o uso de anticoncepcionais. Os preservativos masculinos vêm logo em seguida ao DIU. Desde 1990, o uso de injetáveis aumentaram substancialmente,
e eles se tornaram o terceiro método mais comumente usado nos países em desenvolvimento pesquisados. Em muitos países, um número crescente de mulheres não casadas de idade entre 15 e 24 anos, são sexualmente ativas antes do casamento. Estas mulheres jovens usam a contracepção e, particularmente, os preservativos. Mesmo assim, muitas mulheres jovens não casadas acabam tendo gravidezes indesejadas, e muitas correm o risco de contrair HIV/AIDS, e outras infecções sexualmente transmissíveis (Population Reports em Abril de 2006). Mônica Ostensen, reumatologista da Universidade de Bern, Suíça em artigo de revisão afirma, que o estudo da sexualidade é uma área freqüentemente negligenciada na qualidade de vida nos pacientes com doenças reumáticas. A fertilidade em geral não está reduzida nas doenças reumáticas. Uma taxa aumentada de abortamento é observada no lúpus eritematoso sistêmico, e na síndrome antifosfolipesde. Os autoanticorpos que estão presentes na maioria das doenças reumáticas e podem interferir com a fertilização, a implantação, o desenvolvimento embrionário e a função da placenta. A doença reumática na fase ativa das dores perturba a ação dos hormônios que entram na função para iniciar, manter a gravidez. Deve -se levar em conta alguns efeitos tóxicos de drogas sobre o feto.


TXT-06.05.06

RAM- Reumatismo
Década- Jornal do Paciente
Fertilidade e Reumatismo

Desde 1990, 120 pesquisas com mulheres em idade fértil foram realizadas em 71 países,
como parte dos programas de Pesquisas Demográficas e de Saúde (DHS, em inglês);e de Pesquisas de Saúde Reprodutiva (RHS). A fertilidade caiu em quase todos os países em desenvolvimento pesquisados desde 1990, enquanto que aumentou o uso de métodos anticoncepcionais modernos.O uso de anticoncepcionais, e as taxas de fertilidade variam substancialmente nos países em desenvolvimento. Em alguns países da Ásia e América Latina, pelo menos 75% das mulheres casadas usam algum método anticoncepcional, taxa esta equivalente à dos países desenvolvidos. Em contraste, em alguns da África, menos de 10% das mulheres casadas usam anticoncepcionais. As taxas de fertilidade variam no mundo subdesenvolvido de 2,3 filhos por mulher no Vietnã a 7,2 em Niger. No mundo inteiro, mais de 600 milhões de mulheres casadas estão praticando a cont
Fonte: Best Pract Res Clin Rheumatol. 2004 Apr;18(2):219-32

 

 

Veja mais em "Reumatismo" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's