Você está aqui: Home › Colunas › Psicologia
Psicologia
Dormir pouco dá hipertensão
A quantidade de sono adequado é um problema de saúde que induz as pessoas a sofrer de doenças antes sequer imaginada. J.E Gangwisch epidemiologistas da Universidade de Columbia, colaboradores americanos, mexicanos e holandeses, concluíram que dormir pouco por períodos prolongados poderia ser uma importante causa da hipertensão arterial.
Esse estudo que levou 10 anos de observação analisaram dados de 4.800 pessoas, com idades entre 32 e 59 anos.Os resultados indicaram que períodos de sono de 5 horas ou menos por noite estavam associados com um aumento significativo do risco de hipertensão arterial. Este aumento do risco se manteve elevado mesmo quando se eliminaram outros riscos, como obesidade e diabetes, o que foi consistente com a hipótese de que estas variáveis iriam atuar como co-fatores parciais. As causas mais importantes de surgir uma hipertensão constante foram, dormindo pouco existe um aumento agudo da pressão arterial devido a influência do sistema nervoso simpático, através de um neurotransmissor chamado de adrenalina ou nor-adrenalina que faz o coração bater mais depressa nesse período de insônia relativa. Esse neurotransmissor, também faz aumentar a retenção de sal no sangue.Quando a pessoa levanta de manhã esses fatores continuam agindo e aumenta a pressão durante um período, mas na noite seguinte o mesmo ciclo se reinicia. As pessoas que só dormem 5 horas por noite tem um risco 2,1 vezes maior de apresentar uma hipertensão após 8 a 10 anos, do que as pessoas que dormem um período maior.
Fonte: Hypertension. 2006 May;47(5):833-9

 

 

Veja mais em "Psicologia" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's