Você está aqui: Home › Colunas › Reumatismo
Reumatismo
Diclofenacos e problemas cardiovasculares
Os antiinflamatórios são um dos medicamentos mais vendidos. Os jornais brasileiros divulgaram um levantamento feito em dezenas de estudos, que demonstravam que o medicamento antiinflamatório não-esteroidal (AINEs); diclofenaco poderiam aumentar em 40% os riscos de ataque cardíaco e morte súbita. Apenas o Vioxx sofreu intervenções dos órgão competentes, tendo sua venda proibida. Muitos pesquisadores disseram que os problemas ocorriam quando o uso fosse de longa duração, outros trabalhos demonstraram que o uso por poucos dias (agudo) também era capaz de causar problemas cardiovasculares. Entretanto, essas constatações foram feitas por meio da análise retrospectiva de dados clínicos, o que obriga a fazerem outros estudos. A rigor deve-se incluir nesta discussão todos os outros medicamentos do tipo da aspirina. Assim uma enorme parcela da população mundial estaria sujeita a esses problemas. Mais ainda, lembrando que a aspirina também é utilizada para evitar a formação de trombos sangüíneos nas artérias, a qual é uma ação atribuída exatamente aos diclofenatos. C.Varas-Lorenzo e colaboradores, epidemiologistas em Barcelona Espanha, dizem
que deve-se aguardar um tempo para tirar conclusões definitivas, já que ainda é cedo
para avaliar na prática o impacto da notícia. As empresas fabricantes dos medicamentos já se pronunciaram questionando o estudo, e alegaram que não vão retirá-los do mercado mas deveria ser incluída na bula essa possibilidade de causar aumento dos riscos de eventos cardiovasculares a curto prazo. Foi sugerida uma alternativa ao uso do diclofenaco, seria o uso do naproxeno, mais caro. Outro medicamento sugerido foi o Celecoxibe, mais caro ainda. C.Varas-Lorenzo e colaboradores, epidemiologistas em Barcelona Espanha, dizem que deve-se aguardar um tempo para tirar conclusões definitivas, já que ainda é cedo para avaliar na prática o impacto da notícia. As empresas fabricantes dos medicamentos já se pronunciaram questionando o estudo, e alegaram que não vão retirá-los do mercado mas deveria ser incluída na bula essa possibilidade de causar aumento dos riscos de eventos cardiovasculares a curto prazo.
Fonte: Pharmacoepidemiol Drug Saf. 2006 Aug 9

 

 

Veja mais em "Reumatismo" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's