Você está aqui: Home › Colunas › Educação Física
Educação Física
Esportes para deficientes
Os Jogos Parapan-americanos Rio 2007, recém realizados no Rio de Janeiro e os III Jogos Mundial dos Cegos, realizado neste mês em São Caetano do Sul (SP) ? contribuem para alertar pais e educadores sobre um problema que pode
comprometer o desenvolvimento da criança deficiente. Devido à falta de informação e pela preocupação natural em evitar acidentes, como quedas e colisão com objetos. Muitos adultos, cercam a criança deficiente de cuidados que se feitos em excesso, comprometem o desenvolvimento de sua coordenação motora ao longo dos anos. A criança com deficiência de qualquer natureza deve brincar, correr e praticar atividade física; assim como acontece com as demais crianças, pois só assim ela vai ampliar a noção espacial e adquirir independência. A atividade física regular traz uma série de benefícios aos portadores de necessidades especiais. Pesquisas indicam que a adesão a práticas esportivas propicia melhora da locomoção, equilíbrio, noção espacial, conscientização corporal, agilidade e amplitude dos movimentos em geral, entre outros. O esportista também tem um ganho substancial de força e resistência muscular. Isso ajuda sobremaneira às pessoas com condições crônicas incapacitantes. Outro detalhe é que há uma diminuição do índice de perda de densidade óssea, redução de sintomas de depressão ou ansiedade, aumento da auto-estima, da confiança e da sensação de bem-estar, bem como da percepção de melhor aceitação por parte de indivíduos não-deficientes. Veja as medalhas
1) Os Jogos Parapan-americanos Rio 2007, aconteceram de 12 a 19 de agosto e reúne cerca de 1,3 mil atletas de 25 países. Foram disputadas dez modalidades: Atletismo, Basquetebol em Cadeira de Rodas, Futebol de 5, Futebol de 7,
Halterofilismo, Judô, Natação, Tênis de Mesa, Tênis em Cadeira de Rodas e Voleibol Sentado. A delegação brasileira contou com 248 atletas e ficou em primeiro lugar no quadro geral, com 83 medalhas de ouro, 68 de prata e 77 de bronze. No total, as 228 medalhas conquistadas pelos atletas brasileiros somam mais do dobro das 112 obtidas pela delegação canadense, que obteve segundo lugar no ranking geral; 2) O III Jogos Mundiais dos Cegos foram realizados em São Caetano do Sul, na Grande São Paulo, de 28 de julho a 8 de agosto. As disputas reuniram mais de 1,6 mil atletas de 63 países, divididos em sete modalidades esportivas. O Brasil subiu ao pódio 58 vezes, e ficou com o terceiro lugar no quadro geral de medalhas, conquistando 17 ouros, 22 pratas e 19 bronzes, sendo superado somente por Rússia e Belarus (antiga Bielorússia). P.S.Fuhr e professores de educação física da Universidade do Alabama,
comparam 42 pessoas com dificuldade de visão, com outras com visão normal que competiram em várias modalidades. Os pesquisadores compararam a descriminação espacial e a mobilidade. Os dois grupos, foram pareados pela idade e pelo sexo. Os autores constataram que as diferenças variavam de 37,5% a 66,9 conforme a modalidade esportiva de menor capacidade de se localizar.


Fonte: Optom Vis Sci. 2007 May;84(5):393-400.

 

 

Veja mais em "Educação Física" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's