Você está aqui: Home › Colunas › Osteoporose
Osteoporose
Anatomia do fêmur e fratura
É conhecido o fato que a fratura do colo do fêmur por osteoporose é a mais grave, podendo levar ao óbito principalmente as pessoas com idade avançada. O tratamento dessa fratura é cirúrgico,
trazendo novos riscos para o paciente idoso. L.BYates e colaboradores, da Harvard Medical School, de Boston, defendem a idéia que a causa da fratura não é a osteoporose, mas sim a anatomia da cabeça do fêmur, ou seja as alterações na estrutura e geometria do fêmur durante o envelhecimento contribuem para uma
força óssea diminuída. Pouco se sabe, entretanto,
sobre estas características em idade avançada,
quando fraturas por fragilidade são comuns. Os autores examinaram a geometria estrutural do fêmur em homens e mulheres de idade avançada
(72-84 anos) e mais avançada ainda (85-96 anos)
com o objetivo de determinar se as diferenças por
sexo; se existem dados consistentes que permitam
explicar a ocorrência aumentada de fratura do fêmur em mulheres idosas, em comparação com os homens. Foram analisadas os exames de densitometria óssea de 916 homens e mulheres residentes na comunidade com idades entre 72 e 96 anos. Foram examinadas as diferenças por sexo na geometria do fêmur por grupos de idade (72-74, 75-79, 80-84 e ? 85 anos) e entre os grupos de idade específicos por sexo utilizando regressão linear multivariável. No colo femoral, não houve diferença entre os sexos com idades entre 72-74
anos na densidade mineral óssea (DMO), espessura cortical (EC) e razão de deformação (RD). Em contraste, na idade de 85 anos ou mais, as mulheres tiveram 13% menos DMO e EC que os homens e RD 8% maior. Na região intertrocantérica, as mulheres com idade maior ou igual a 85 anos tiveram 25-31% menos DMO, área óssea transversal(AOT) e EC que os homens de idade comparável e RD 38% maior. Estas diferenças entre os sexos foram aproximadamente 10-20% maiores que aquelas entre homens e mulheres nos seus anos 70. Nas comparações específicas por sexo, as mulheres mostraram alteração aumentada na geometria estrutural
com o aumento da idade. Em contraste, os homens
mostraram diferenças de idade significativas somente na região de colo estreito, e somente com 85 anos ou mais, incluindo RD 22% maior, 10% menos DMO e CT, e diâmetro externo 5% maior, em comparação com os homens nos seus 70 anos. Ao contrário das mulheres, os homens não mostraram declínio associado à idade no módulo de seção.
Fonte: Bone. 2007 Oct;41(4):722-732.

 

 

Veja mais em "Osteoporose" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's