Você está aqui: Home › Colunas › Psicologia
Psicologia
Bebidas entre a população brasileira
Foi divulgado em 22/8/07, pelo I Levantamento Nacional sobre os Padrões de Consumo de Álcool na População Brasileira. O estudo inédito realizado pela Universidade Federal de São Paulo, e financiado pela Secretaria Nacional Antidrogas (SENAD) traça um cenário de como o brasileiro
bebe, o que pensa sobre as políticas de bebidas alcoólicas e quais são os problemas associados ao consumo do álcool no Brasil. O levantamento pioneiro no Brasil revelou, entre outros dados,
que 28% dos brasileiros já beberam de forma abusiva em um curto espaço de tempo até ficar embriagado. Outro dado alarmante são os jovens (18 a 24 anos); são os que bebem em quantidades
maiores do que aqueles com 60 anos ou mais.Essa diferença chega a ser 89% maior quando são comparados aqueles com os jovens de 18-24 anos. Até os 44 anos, mais de 30% dos brasileiros que bebem consumiram geralmente 5 doses, ou mais nas ocasiões em que beberam. Levantamento inédito sobre o consumo de álcool no País mostra que de todas as doses anuais consumidas por
brasileiros adultos dos dois sexos, de qualquer idade e região do País, em torno de 61% são de cerveja ou chope, 25% de vinho, 12% destilados e 2% as bebidas "ice". Entre os destilados, a cachaça (ou pinga) é a bebida mais consumida, seguida pelo uísque e o rum. No grupo dos adultos que bebem, 60% dos homens e 33% das mulheres consumiram 5 doses, ou mais na vez em que mais
beberam no último ano. Do conjunto dos homens adultos, 11% bebem todos os dias e 28% consomem bebida alcoólica de 1 a 4 vezes por
semana são os que bebem muito ?freqüentemente". A maioria dos brasileiros adultos não consome bebidas alcoólicas ou bebe de maneira potencialmente arriscada Jovens de 18 a 24 anos, são os que mais bebem. Os brasileiros mais jovens bebem geralmente em quantidades maiores do que aqueles com 60 anos ou mais. Essa diferença chega a ser 89% maior quando são comparados aqueles com os jovens de 18-24 anos. Até os 44 anos, mais de 30% dos brasileiros que bebem consumiram geralmente 5 doses ou mais, nas ocasiões em que beberam. De acordo com o levantamento, 52% dos brasileiros acima de 18 anos bebem (pelo menos 1 vez ao ano). Entre os homens são 65% e entre as mulheres 41%. Na outra ponta estão os 48% de brasileiros abstinentes, que nunca bebem, ou que bebem menos de 1 vez por ano. No grupo dos adultos que bebem, 60% dos homens e 33% das mulheres consumiram 5 doses, ou mais na vez em que mais beberam no último ano. Do conjunto dos homens adultos, 11% bebem todos os dias e 28% consomem bebida alcoólica de 1 a 4 vezes por semana - são os que bebem "muito freqüentemente" e "freqüentemente". A maioria dos brasileiros adultos não consome bebidas alcoólicas ou bebem de maneira potencialmente arriscada. Consumo diferenciado entre homens e mulheres, os homens e as mulheres bebem com freqüências marcadamente diferentes. Os homens apresentam índice de abstinência menor do que as mulheres (35% para eles e 59% para elas). As diferenças do beber entre homens e mulheres
são também claras nas freqüências mais altas (muito freqüente e freqüente), em que os homens apresentam porcentagem mais alta do que
as mulheres. As mulheres são maioria no consumo baixo: até 2 doses. Por outro lado, 38% dos homens que beberam no último ano geralmente consumiram 5 ou mais doses de bebida alcoólica em cada ocasião (versus 17% das mulheres). Ou seja, daqueles homens que bebem álcool, um número expressivo bebe usualmente quantidades potencialmente prejudiciais. As diferenças entre os tipos de bebida consumidos por homens e mulheres, dizem respeito ao vinho (bebido mais freqüentemente pelas mulheres) e aos destilados (consumidos mais pelos homens). Cervejas (quase dois terços do total consumido) e bebidas "ice" (responsáveis ainda por pequeno consumo) não apresentaram diferenças no consumo entre os gêneros.
Fonte: I Levantamento Nacional sobre os Padrões de Consumo de Álcool na População Brasileira;

 

 

Veja mais em "Psicologia" [veja todos]

:: Apoio



:: Facebook

facebook

Desenvolvimento : Dexter's